Últimas:
  • Projeto de Hermano inclui… Oriundo de Projeto de Lei do deputado estadual Hermano Moras, foi aprovado nesta quarta-feira (13) na Assembleia Legislativa, a inclusão de 5% de produtos derivados…
  • Projeto de aleitamento materno… Aprovado por unanimidade em votação na Assembleia Legislativa, o projeto do deputado estadual Hermano Morais assegura a criança o direito ao aleitamento materno nos estabelecimentos de…
  • Projeto e Emenda de… Um Projeto de Lei do deputado estadual Hermano Morais e uma Emenda, também de sua autoria, a um projeto do governo, foram aprovados por unanimidade…
  • Bicentenário da congregação Marista… Os 200 anos do Colégio Marista no mundo e os 86 anos em terras potiguares foram homenageados durante solenidade na Assembleia Legislativa nesta segunda-feira (11).…
  • Congregação Marista será homenageada… Para celebrar uma das instituições educacionais mais importantes de nosso tempo, o deputado estadual Hermano Morais, como um de seus ex-alunos, será o propositor de…
Facebook Twitter Instagram

Hermano emite Voto de Congratulações à Irmã Lúcia pelos seus 90 anos de idade

O deputado estadual Hermano Morais (PMDB) requer à Presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte que seja encaminhado Voto de Congratulações a irmã Lúcia Montenegro, pelos seus 90 anos de vida.

Nascida na cidade de Quixadá, no interior do Ceará, no dia 12 de fevereiro de 1925, a religiosa está em Natal há 60 anos, com um trabalho voltado para o social.

Em 5 de outubro de 1987, ela fundou a Casa do Menor Trabalhador, no bairro do Alecrim, em Natal. A casa, dirigida pela religiosa até hoje, atua na promoção da qualificação juvenil, com vistas ao ingresso da população carente no mercado de trabalho.

Irmã Lúcia é da Congregação Filhas da Caridade e, em Natal, ajudou na construção de três capelas: São Vicente de Paulo, no bairro Dix-Sept Rosado; Santo Antônio, na Escola Santo Antônio, no bairro Cidade da Esperança e Santo Inácio, no bairro de Lagoa Seca.

Hermano faz apelo por mais segurança e saúde

Foto: João Gilberto/ALRN

O deputado estadual Hermano Morais (PMDB) fez pronunciamento na sessão plenária desta terça-feira (10), demonstrando preocupação com a situação da segurança e da saúde pública no Rio Grande do Norte.

Com relação à saúde, Hermano afirmou que o atual governo recebeu a pasta de “forma desorganizada, desabastecida, com problemas de pessoal, de medicamento e de estrutura” apesar do empenho – disse, do ex-secretário Luiz Roberto Leite Fonseca, que assumiu a pasta da Saúde municipal.

“Quem não tem plano privado e depende apenas do SUS fica fazendo um apelo por um exame, por uma cirurgia, por um parto”, lamentou o parlamentar. Hermano disse que há poucos dias teve que interceder junto à direção da maternidade para que um parto fosse realizado.

O deputado também fez referências aos problemas na segurança pública e durante seu pronunciamento citou a recente ocorrência que vitimou um policial militar em Parnamirim ontem (09).

Prioridade

Em aparte, o deputado Tomba Farias (PSB) endossou a preocupação do colega e reforçou o apelo para que a segurança e saúde fossem prioridade. Tomba mencionou os problemas de pacientes dos hospitais Walfredo Gurgel e Dioclécio Marques. “Saúde e segurança só se faz com recursos, no entanto não podemos esperar a chegada do hospital de traumas, temos que agir”.

Fernando Mineiro (PT) disse que o governador Robinson Faria e sua equipe estão fazendo um esforço para que o Estado volte à normalidade: “Um mês é pouco para se organizar o caos. O governo está empenhado junto à área financeira do estado para pagar as dívidas”, disse.

Fonte: ALRN

Hermano emite Voto de Pesar pelo falecimento de Manoel Barreto Júnior

O deputado estadual Hermano Morais (PMDB) requer à Presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte que seja encaminhado Voto de Pesar pelo falecimento de Manoel Barreto Júnior.

Manoel Barreto Júnior era católico fervoroso, além de Engenheiro Civil, também era Engenheiro Mecânico e empresário bem sucedido.

Esposo e pai carinhoso, alegre, divertido, muito respeitado e admirado por todos os familiares e inúmeros amigos que tiveram o privilégio de desfrutar de sua companhia.

O Sr. Manoel Barreto faleceu, em 06 de janeiro de 2015, aos 51 anos de idade, deixando sua esposa a Sra. Belva Barreto, suas filhas, Manoela Cirne Barreto e Marina Cirne Barreto.

O referido Voto de Pesar deverá ser encaminhado à família enlutada através de sua esposa a Sra. Belva Cirne Barreto.

 

Hermano participa da visita de cortesia ao TJRN

Fotos: Eduardo Maia/ALRN

O deputado estadual Hermano Morais (PMDB) esteve presente na manhã desta segunda-feira (09) da visita de cortesia ao presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), desembargador Cláudio Santos e ao vice, Amílcar Maia.

Além de Hermano e do presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), os deputados membros da Mesa Diretora da Casa estiveram presentes.

Durante o encontro, Ezequiel afirmou que pretende aproximar cada vez mais a Casa dos demais poderes e colocou a Assembleia à disposição para o que for necessário.

O desembargador Cláudio Santos pediu apoio da Casa a projetos de lei que pretende enviar, para que algumas matérias do TJ sejam normatizadas através de lei e não de resolução.

Hermano acompanha missa de 40 anos de sacerdócio de Dom Jaime

Foto: Leandro Cunha

O deputado estadual Hermano Morais (PMDB) compareceu no último dia de janeiro (31) do presente ano na missa de ação de graças em referência aos 40 anos de sacerdócio do arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha. Isso porque as quatro décadas de atividade será efetivamente celebrada neste primeiro de fevereiro.

Foto: Leandro Cunha

Além de Hermano, compareceram na Catedral Metropolitana o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, o prefeito de Natal, Carlos Eduardo, os deputados estaduais Ricardo Motta, José Dias e Nélter Queiroz e os vereadores de Natal Hugo Manso, Franklin Capistrano e Ubaldo Ferreira.

A Catedral Metropolitana de Natal ficou lotada de bispos, padres, diáconos, religiosos, autoridades e fiéis leigos, no final da tarde e início da noite deste sábado, 31 de janeiro, para render graças a Deus pelos 40 anos de sacerdócio do Arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha. Ao chegar à Catedral, o aniversariante foi saudado pela Banda de Música da Polícia Militar e recebeu homenagens.

Dez arcebispos e bispos do Regional Nordeste 2 concelebram, com Dom Jaime, a Eucaristia: Dom Heitor de Araújo Sales e Dom Matias Patrício de Macêdo, arcebispos eméritos de Natal; Dom Antônio Carlos Cruz, bispo da Diocese de Caicó; Dom Antônio Muniz, arcebispo da Arquidiocese de Maceió (AL); Dom Aldo Pagotto, arcebispo de João Pessoa (PB); Dom Genival Saraiva, bispo emérito de Palmares (PE); Dom Magnus Henrique Lopes, bispo de Salgueiro (PE); Dom Francisco Lucena, bispo de Guarabira (PB); Dom Egídio Bisol, bispo de Afogados da Ingazeira (PE); e Dom José Gonzalez, bispo de Cajazeiras (PB).

 Biografia

Foto: Leandro Cunha

Dom Jaime Vieira Rocha nasceu na cidade de Tangará, na região Trairi, do estado do Rio Grande do Norte, no dia 30 de março de 1947, sendo o sétimo dos dez filhos do casal José Patrício Vieira de Melo e Maria Nini Rocha. Em fevereiro de 1961, com exatamente 14 anos, ingressou no Seminário de São Pedro, em Natal, local onde cursou os estudos clássicos e o ginásio (ensino fundamental e médio). Cursou Sociologia e Política na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), no período de 1968 a 1971. Foi ordenado Diácono, em 1974, na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Serra Caiada/RN, por Dom Nivaldo Monte, então Arcebispo Metropolitano de Natal. No dia 01 de fevereiro de 1975 foi ordenado Presbítero, também por Dom Nivaldo Monte, no Ginásio Poliesportivo do SESC, em Natal.

Recém-ordenado sacerdote foi designado para a Paróquia de São João Batista, no município de Pendências/RN, onde foi pároco por 12 anos, permanecendo até 1987. Ainda neste mesmo ano foi nomeado Reitor do Seminário de São Pedro, função que desempenhou até 1995. Ainda como Reitor do Seminário de São Pedro, no dia 29 de novembro de 1995, foi nomeado Bispo Diocesano de Caicó. Sua ordenação realizou-se no dia 6 de janeiro do ano seguinte (1996), na Basílica Papal de São Pedro, na Cidade do Vaticano, ordenado pelo então Papa, João Paulo II, hoje São João Paulo II. Escolheu como lema episcopal a afirmação de fé de São Paulo: “Scio cui credidi”, que quer dizer “Sei em quem acreditei”.

Tomou posse na Diocese de Caicó, em 1996, permanecendo na Igreja Seridoense até 2005. No dia 16 de fevereiro do mesmo ano, o Papa João Paulo II o nomeia Bispo Diocesano de Campina Grande, na Paraíba, sendo acolhido e tomando posse nesta nova função dia 23 de abril de 2005. Em virtude da Vacância da Diocese de Guarabira, também na Paraíba, foi nomeado Administrador Apostólico, acumulando a função de Bispo de Campina Grande, no período de 2007 a 2008. Ainda neste período, foi escolhido Bispo Referencial da Comissão Episcopal Regional para a Vida e a Família e Vice-Presidente do Regional Nordeste 2. No dia 21 de dezembro de 2011, foi nomeado Arcebispo Metropolitano de Natal, pelo Papa Bento XVI.

Em 26 de fevereiro de 2012, I Domingo da Quaresma, tomou posse como o 9º Bispo e 6º Arcebispo Metropolitano, na Catedral Metropolitana de Nossa Senhora da Apresentação, em Natal. Atualmente, Dom Jaime é o Bispo Referencial da Comissão Episcopal para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada; e em nível nacional, é membro da Comissão Episcopal para a Amazônia, da CNBB.

 

Nota de pesar do falecimento de Anna Maria Cascudo

Lamento, com profundo pesar, o falecimento da jornalista, procuradora e escritora, Anna Maria Cascudo Barreto, filha do maior antropólogo e historiador que o Rio Grande do Norte já teve e um dos maiores do Brasil, Luís da Câmara Cascudo.

Pioneira, Anna Maria Cascudo foi a primeira mulher a atuar no Júri da capital potiguar. Além disso, foi uma das fundadoras da Academia Feminina de Letras e tinha uma cadeira na Academia Norte-rio-grandense de Letras.

Meus pêsames e solidariedade aos familiares, principalmente aos filhos, Camila, Daliana e Newton.

Anna Maria Cascudo Barreto faleceu aos 78 anos na tarde de ontem (15), na Casa da Saúde São Lucas, quando teve uma parada respiratória, ocasionada por um tumor no esôfago.

Hermano prestigia evento nacional de escoteiros

Foto: Leandro Cunha

O deputado estadual Hermano Morais (PMDB) marcou presença na noite deste domingo (11)  na abertura do VI Jamboree Nacional Escoteiro, realizado no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim.

Foto: Leandro Cunha

Jamboree, que na linguagem do escoteiro significa “Grande Encontro”, vai reunir até a próxima sexta-feira (16) mais de quatro mil jovens entre 11 e 17 anos do Brasil todo, além de jovens de Portugal, Chile e Estados Unidos.

O Jamboree nacional acontece a cada três anos. Na ocasião, os jovens realizam atividades culturais, esportivas e de turismo.

Foto: Leandro Cunha

Além de Hermano, outras autoridades estiveram presentes no evento, como o governador do estado do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, o eleito deputado federal Antônio Jácome, o eleito deputado estadual, Jacó Jácome, o presidente nacional dos Escoteiros do Brasil, Marco Romeu e Ivan Nascimento, presidente estadual dos Escoteiros do Rio Grande do Norte.

Hermano participa da missa de um ano sem João Faustino

O deputado estadual Hermano Morais (PMDB) participou nesta sexta-feira (09) da missa em homenagem ao ex-senador, ex-deputado federal e amigo pessoal do peemedebista, João Faustino. A missa foi celebrada na igreja Santo Agostinho, localizada no Campus Central da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A celebração feita pelos padres Thiago, Charles e Francisco marcou um ano do falecimento de Faustino. Este morreu em 9 de janeiro de 2014 em um hospital de Natal, aos 71 anos, em decorrência de complicações cardíacas ocasionadas por um quadro de leucemia.

– Na bonita missa de um ano de partida de um amigo querido e particular, fica a reflexão sobre um exemplo de servidor público, preocupado em exercer suas funções. Ainda em vida, ele perpetuou o bom senso com aqueles que injustamente lhe provocaram. Foi um momento de paz e respeito ao grande ser humano que foi João Faustino, hoje na companhia do Senhor, disse Hermano.

João Faustino nasceu em 16 de julho de 1942, no Recife. Professor por formação, ele foi secretário de Educação do Rio Grande do Norte. Foi deputado federal e suplente de senador, chegando a ocupar a vaga em várias oportunidades.

A participação política teve início no movimento estudantil na União Estadual dos Estudantes do Rio Grande do Norte (UEERN), até fundar o PSDB no RN e ocupar cargos no governo federal e do Estado de São Paulo. Mas, antes disso, Faustino se graduou em Pedagogia e Matemática, tornando-se professor universitário. Foi o primeiro diretor da Escola Técnica Federal do RN (ETFRN), antes chamada de Escola Industrial e atual Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). No início da década de 1970 deixou a sala de aula para começar sua carreira política.

Em 1971 assumiu o cargo de secretário municipal de Educação, onde permaneceu até 1972. Três anos depois tornou-se secretário estadual da mesma pasta, permanecendo até 1979. Com passagens pelos partidos PDS e PFL, atualmente era filiado ao PSDB. Eleito pela primeira vez deputado federal em 1978, pelo antigo partido Arena, conseguiu a reeleição em 1982 e novamente em 1990.

Candidaturas

Em 1986 foi candidato a governador do Rio Grande do Norte, apoiado por José Agripino Maia e Lavosier Maia, mas foi derrotado pelo candidato do PMDB, o ex-senador e ex-governador Geraldo Melo. Apesar da perda, foi nesse ano que João Faustino adotou a denominação que o acompanhou até a morte: “João do Coração”.

Durante sua carreira política, João Faustino tentou ainda o cargo de prefeito de Natal, tendo concorrido em 1996 com Hermano Morais como vice-prefeito. Foi derrotado e as candidatas Fátima Bezerra e Wilma de Faria disputaram o segundo turno.

Já em 2002 foi eleito como 1º suplente do senador Garibaldi Alves Filho, vindo a exercer o cargo duas vezes durante os dois mandatos. Da última vez, foi senador durante o mês de janeiro de 2011, quando Garibaldi deixou o posto para tornar-se ministro da Previdência. Quando morreu, ocupava o cargo de 1º suplente do senador José Agripino Maia, eleito em 2010.

Ainda na política, João Faustino participou da fundação do partido o qual pertencia ultimamente junto a Roberto Furtado e Odilon Coutinho. O ex-senador teve cargos importantes, tanto no Governo do Estado de São Paulo durante gestão do ex-ministro José Serra, quanto durante o segundo mandato de Fernando Henrique Cardoso na presidência da República.

João Faustino Ferreira Neto foi casado com Sônia Fernandes, que deixou viúva junto aos filhos Edson, Lissa e Fafá.

Nos estudos, além das graduações de Matemática e Pedagogia, feitas antes de iniciar a carreira de professor e de político; além das pós-graduações na Fundação Getúlio Vargas e na Universidade de Michigan, nos Estados Unidos; João Faustino cursou Direito na Universidade Potiguar (UnP), cuja graduação receberia na próxima semana. Em novembro de 2012, lançou o livro “Eu perdoo”, onde fez uma trajetória de sua vida pessoal e pública.

 

 

 

Hermano participa de procissão de encerramento da Festa de Santos Reis

O deputado estadual Hermano Morais (PMDB) participou no final da tarde desta terça-feira (06) da procissão de encerramento da Festa de Santos Reis. O evento católico que vem acontecendo desde a última sexta-feira (02) culminou com o término com os fiéis em caminhada pelos bairros de Santos Reis e Rocas.

A procissão com as imagens dos Reis Magos – Gaspar, Belchior e Baltazar – começou às 16h, saindo da igreja da Paróquia da Sagrada Família, nas Rocas, onde se localiza o Santuário dos Santos Reis. De lá, os fiéis seguiram a pé pelas principais ruas do bairro e adjacências.

Muitos saíram de longe para participar da romaria, que terminou na igreja, onde em seguida foi celebrada missa pelo arcebispo da Arquidiocese de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha.

Diz a tradição que foi nesse dia que os Reis Magos viram a Estrela de Belém no céu e foram ao encontro de Jesus, que havia nascido há pouco tempo. Segundo a Bíblia, tendo Jesus nascido em Belém, no tempo do Rei Herodes, os Magos do Oriente chegaram a Jerusalém perguntando onde estava o Rei dos Judeus, recém-nascido, que viram sua estrela e que iriam adorá-lo.